GORDURA TRANS. DOCE VENENO. O PALADAR QUE MATA

Imagem

   Sabe aqueles alimentos industrializados. Bolachinha recheada, sorvetes, salgadinhos, pipoca de micro-ondas. Tudo isso que em muitos casos, inocentemente adotamos como hábitos alimentares e estendemos isso aos nossos familiares principalmente as nossas crianças. Pois então. Todos esses produtos trazem em sua composição a famigerada gordura trans. Ela é usada para dar mais sabor, consistência e durabilidade aos alimentos.

 Você conhece esse produto? Sabe por que em alguns países proibiram seu uso?

  Gordura trans é o termo usado pelos fabricantes de produtos industrializados e nada mais é que gordura vegetal hidrogenada. A razão de seu uso pela indústria alimentícia está no fato de ela ser mais barata que as outras gorduras como a manteiga como também concede maior durabilidade e prazo de validade dos produtos que a tem em sua composição.

Porque ela é um risco para a saúde?

  O perigo está na sua forma de produção. Por ser produzida de forma artificial é uma verdadeira vilã, pois contribui para o aumento do colesterol ruim(LDL) e diminuição dos níveis de colesterol bom(HDL).

 “Ela não traz benefício nenhum a saúde. Fica armazenada no corpo, porque não é sintetizada pelo organismo. Esse acúmulo é prejudicial, pois causa gordura abdominal, obesidade e outras doenças”.

   É uma substância que favorece a ocorrência de diabetes, hipertensão, infarto e até a arteriosclerose (acúmulo de placas de gordura nas artérias) que causa o acidente vascular cerebral (AVC), está longe de ser algo saudável.

 Há mais de 10 anos a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou um relatório que já classificava a gordura trans como uma gordura capaz de contribuir para a ocorrência de doenças cardiovasculares.

 No Brasil esse tipo de gordura não é proibido, mas a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) recomenda a ingestão máxima de 2 gramas diárias.  Em 2006 entrou em vigor no País, uma norma que obriga os fabricantes a especificar nas embalagens a quantidade de gordura trans contida nos alimentos.

  SAIBA IDENTIFICAR A PRESENÇA DA GORDURA TRANS

    Um estudo realizado pelo Núcleo de Pesquisa em Produção de Refeições (NUPRE), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), revelou que existem mais de 20 nomes diferentes para indicar a presença de gorduras que contém ácidos graxos trans nos rótulos de produtos brasileiros. Entre os mais comuns, estão “gordura hidrogenada, “gordura vegetal hidrogenada”, gordura Inter esterificada, “gordura hidrogenada de soja”, “óleo de milho hidrogenado”, e “óleo vegetal parcialmente hidrogenado”. Fique atento e lembre-se de conferir os rótulos  na hora de fazer compras nos supermercados. Por uma vida mais saudável, vale evitar alimentos industrializados e apostar em produtos que estejam livres dessas substâncias nocivas a saúde.

Amargo Auxilia no combate a azia, gastrite, má digestão, prisão de ventre, anemia e ajuda a desintoxicar o organismo

Anúncios

Sobre circulovital

Sou uma pessoa simples e que adora a simplicidade Gosto de motivar as pessoas a buscarem aquilo que realmente faz sentido em suas vidas. Criei este blog para partilhar ideias e experiências sobre alimentação natural e hábitos saudáveis. Sua visita muito me honra. Muito obrigado.
Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s